11 outubro 2018

ÚLTIMO EP + O QUE EU APRENDI COM F.R.I.E.N.D.S

0 comentários

É incrível e dolorido como me apego aos personagens de uma série, queria só assistir, sem gostar tanto dos personagens, mas olha, é bem difícil, alguém ai é assim também?
Meu caso de amor com Friends começou a partir do 3° episódio da primeira temporada, comecei assistindo ano passado, mas só foi os 3 episódios, não entendi muito, me ocupei com outras coisas e não continuei, já esse ano, com comentários positivos da série, resolvi dar mais uma chance, comecei a maratona da série, o Marcos assistiu alguns e gostou muito, então passamos a ver juntos, ou seja, eu não poderia assistir sozinha, o nosso horário era, a hora do almoço até umas 14:30 e de noite, quando chegávamos de algum compromisso, as vezes íamos até 1h da manhã ou mais (não era todo dia). 

Mas ontem (11-10-2018), assistimos o último episódio, eu com muita dor no coração, porque foi em um momento tão especial, tão esperando, Chandler e Monica finalmente papais e de gêmeos, Ross e Rachel juntos, Phoebe casada e Joey com um quarto na casa nova de Chandler, foi emocionante, o último episódio mais longo de toda série, ainda estou no meu momento pós fim de série, por mim poderia ter mais 10 temporadas que seria lindo, mesmo já tendo anos do fim de Friends. Desde 94 a 2004.

Todos os personagens são loucos, engraçados e bobalhões, é difícil escolher um favorito, cada um tem o seu toque especial e que faz a gente dizer "a nossa, amo esse cara"  'não, agora ela foi demais', até a Monica com suas loucuras é incrível, sem falar do Ross bobalhão, ô cara que faz besteira em, mas ainda sim gosto dele.


Aprendi que, a vida amorosa pode não ter dado certo, mas se você tem amigos, está tudo certo, aprendi a rir de piadas idiotas e que isso é bom no dia a dia, sabe, rir das pequenas coisas, café não é tão gostoso como vemos no Central Perk, eu queria gostar mais de café pela influência das séries que assisto hahaa. Aprendi que assistir com alguém especial é bem legal, ficar horas conversando sobre cada episódio e as loucuras da Phoebe, aprendi que na vida real é bem impossível se reunir todo dia com os amigos, bem que poderia da certo né? Ahh e aprendi a gostar dos personagens ❤ 

Espero que a Netflix não tire tão cedo do seu catálago, quero assistir de novo alguns episódios, se você ainda não assistiu, corre, dá até pra assistir com a família de tão leve que é. Já estou morrendo de saudades de todo o elenco.

Obrigada pela companhia e até o próximo papo, me conta nos comentários a sua série favorita e que você se apegou demais. 

Quando foi chegando essa cena, meu coração chorou haha sério.

09 outubro 2018

ESTOU OUVINDO NO MOMENTO ..

0 comentários
foto - pixabay

Gente, já faz um tempo que não compartilho minhas músicas com vocês, tenho ouvido tanta música boa, música nova, lançamento, que já existe um tempão mas que descobri só agora, olha nunca é tarde pra dividi as coisas boas.

Vou deixar o vídeo da música e uma listinha com os nomes, assim você salva a lista pra baixar as músicas no seu celular, pc etc.

Uma super dica pra você que adora descobrir novas músicas, mas tem dificuldade, não sabe como. Então, tem uma plataforma musical bem conhecida que é o Spotify, pra mim é o melhor lugar de descobertas, lá você consegue encontrar cantores diferentes dos que costuma ouvir, o próprio Spotify te sugere novos artistas conforme o que você escuta, então olha, faça um bom aproveito e se joga, tem a versão grátis e a versão paga, você que escolhe, ps: não é uma publi (meu sonho).

1 - Sobrevivi | Marcela Tais ft Pregador Luor



2 - Cada detalhe | Fábio Sampaio ft Marcela Tais


3 - Digno é o Cordeiro | Com Cristo


4 - Meu Jesus | Bember


5 - Retrovisor | Deise Jacinto ft Felipe Valente



6 - Seria tão Bom | Paulo César Baruk



7 - Não Importa Mais | Fabiano e Jaqueline Krehnke



8 - Apesar | Itagon ft Paulo Nazareth




Espero que você curta muito essas músicas, são inspiradoras e lindas, ouça com carinho. Quem quiser ficar por dentro de muitas outras canções, me segue no Spotify lá tem playlists maravilhosas (Cleice Feitosa) ❤

Obrigada pela visita, até o próximo post! Ps: me fala das suas músicas que você mais escuta no momento também, quero conhecer o seu gosto musical :)

26 setembro 2018

MOTIVOS PARA COMPRAR EM BRECHÓ

0 comentários

Os brechós vem alcançando um público muito grande ultimamente, a cada dia que passa, cresce, se você procurar no instagram, vai aparecer uma infinidade de lojinhas online (inclusive eu tenho um), além da internet, existe também muitas lojas físicas, na minha cidade tem 3 dos que eu frequento, provavelmente tem mais, falta eu conhecer ahaha. 

Muitas pessoas não gostam, acham péssimo usar uma roupa que outra pessoa já usou, não está 100% nova e tudo mais, e olha tudo bem não gostar, ninguém é obrigado. Hoje irei falar dos benefícios ao comprar em brechó, antes disso, deixa eu te falar de como tudo isso começou:

Origem da palavra brechó: “No século 19, um mascate chamado Belchior ficou conhecido no Rio de Janeiro por vender roupas e objetos de segunda mão. Com o tempo o nome se transformou por corruptela em “brechó”, que acabou sendo traduzido por ‘segunda mão’”. A voz da Serra (clique para saber mais)
 Com o tempo passando, as coisas se modernizando, brechó está mais aceitável no meio da moda, no nosso dia a dia, até grandes influenciadoras da internet indicam e usam muito, nenhum bicho de 7 cabeças e sim, uma bela solução para encontrar peças únicas, de boa qualidade, ops, já disse um benefício, agora vamos.

  • economia: sim, com uns $100 você  sai com mais de 10 peças de roupas, talvez sobre até um dinheiro para o sorvete, e o teu salário mensal não some apenas em roupas, um equilíbrio é sempre bom.
  • peça única: além do precinho bem pequeno, o mais eu mais gosto é poder escolher uma blusa e saber que mais 9 pessoas não vão está vestindo o mesmo modelo por ai, isso mesmo, dificilmente você vai encontrar dois jeans do mesmo modelo, uma saia repetida, não, é bem raro isso acontecer. É muito bom saber que só você tem aquele vestido/blusa.
  • você é sua tendência:  em lojas de marcas conhecidas internacionalmente, quando você chega, a tendência do momento está exposta pronta para você passar o cartão e usar (isso não é ruim, inclusive é ótimo, ajuda muita gente), já no brechó, quem escolhe a combinação é você mesmo e pronto, experimenta de um lado, de outro até ficar o teu estilo, muitas das vezes sem a atendente ficar no teu pé direto.
  •  o dia da promoção: eu não sei se na sua cidade funciona, mas aqui tem, sou apaixonadíssima, de 2 em 2 meses rola uma super promoção, de $5 - $3 e $1, eu sempre vou no dia da de $1, vou cedo da manhã (porque esse é o segredo), chegar cedo e olhar todas as peças disponíveis, já pensou, roupa por $1? da última vez que eu fui, voltei com 20 peças, uns jeans maravilhosos. Espero muito que tenha promoção na sua cidade, porque é um dos melhores motivos. ps: chegue cedo.
  • roupas de 'marca': para quem gosta, marcas como, Marisa, c&a, Hering, Renner e outras... você encontra sim lá, inclusive, esses dias comprei uma blusa da hering na etiqueta ainda, achei legal.
  • fique por dentro dos avisos das novidades: dê seu contado a moça que trabalha no brechó pra ela te avisar quando chegará roupas novas, ou participe do grupo no whatsapp caso tenha, isso ajuda e muito.
Esses são alguns motivos entre outros que existe, agora você precisa ter a sua própria experiência, vai lá e economize muito, aproveita, monte looks bem fashion.

Obrigada por ter chegado até o fim desse post, se quiser compartilhar algo sobre o que falamos, é só comentar em baixo ou lá meu instagram @cleifeitosa ❤ BEIJOOOS.

18 setembro 2018

PRIORIZE AS PESSOAS

0 comentários
foto - pixabay

Eu só quero que esse texto alcance muitas pessoas, porque ainda há tempo de organizar essa vida 'corrida' que nós dizemos ter.

'Não tenho tempo', 'estudo o dia todo', 'entro no whatsapp só no grupo de estudo' 'trabalho demais e chego tão cansada', 'ai, que correria de vida' ... Você já recebeu alguma dessas respostas? ou você é a pessoa que sempre tem uma resposta na ponta da língua/dedo quando alguém te procura? 

Já aconteceu tantas vezes comigo esse tipo de situação que me causou um desacreditamento nas pessoas que eu tanto considerei um dia, e na verdade, em geral, quando chega novas pessoas na vida a gente fica meio com receio de acreditar que é verdadeiro, então passamos a conviver superficialmente, mas dói né? não poder compartilhar coisas do teu íntimo, porque sempre tem aquela dúvida.

Então quero te fazer pensar ou lembrar, caso já saiba disso. Você está estudando todo dia, faz estágio, assiste as aulas, acorda de manhã cedo, você trabalha, o dia todo e às vezes a noite, a mesma rotina, estresse, raiva, pouco dinheiro, muito cansaço, você cresce academicamente (não que isso seja errado, jamais), você tem uns 2 empregos, tem gente que até 3, que horas você dorme
Chega uma mensagem de um amigo da escola no celular, que por um milagre vocês conseguiram manter a amizade depois do ensino médio, porém, parece que não está dando mais de conciliar as conversas, passeios, aquela pizza, responde com um 'sim/não', e o que mais é dito sobre amizades de escola, acontece (amigos de escola é um mero exemplo querida leitora/leitor), não dura na vida a amizade sumiu.

Temos tempo pra assistir um filme, mas não temos tempo para as pessoas, tudo bem que as pessoas às vezes são chatas, mas olha, todo mundo é, você é chato eu também sou, mas estamos priorizando tantas outras atividades e deixando em último lugar um amigo, preferimos desabafar no Twitter do que uma conversa sincera com alguém, ai como isso é triste. Quando alguém diz que não tem tempo pra tal pessoa, a verdade é que tem sim, só não tá priorizando direito, no lugar de pessoas, o número 1 tá ocupado por coisas. Então você me diz 'ah, mas você não sabe como é a minha rotina diária' 'você não sabe a luta que tenho pra me estabilizar financeiramente', realmente eu não sei, adoraria saber, vamos conversar sobre? sou ótima ouvinte. 

Mas olha, como é ruim conseguir uma promoção no trabalho, um 10 na prova e não poder compartilhar com um amigo, como é ruim o namoro acabar e não ter com quem chorar, com quem falar um monte de besteira sem ser julgado.

Ter por perto aquela pessoa amiga, faz bem a saúde.
Ao invés de digitar, tô sem tempo, que tal digitar, 'como você realmente tá?' 'e aquele teu problema, conseguiu resolver?'. Você que faz listas de tarefas do dia/semana, coloque na sua lista conversar com aquela pessoa que eu me divertia tanto, tem também aqueles que mandam 'oi sumido', às vezes foi a única forma que ele/ela encontrou de puxar assunto, (eu já fiz isso, fui ignorada, fui, mas tentei). Converse mais com quem ainda está do teu lado, mande um oi pra um amigo antigo, se você ainda gosta dele, mande memes, mande foto zuada, mande áudio de 5m ahaha, chame pra comer pipoca com suco de pacote na sua casa, mostre interesse mesmo (mas sem drama), se você for de ligar ainda, ligue, mas demostre carinho, mostra que tu quer ajuda para sair desse buraco emocional, é difícil adivinhar o que se passa na sua mente, as tuas dores, não compartilha no facebook a tua dor, FALE, mas fale mesmo. Priorize as P E S S O A S, nem que seja só uma, mas esteja lá.

'Tão importante é ter amigos / Os amigos alegram o coração / Não dá pra viver sozinho / Nós fomos feitos para amar / Para receber e dar carinho / Pra abraçar'

para nossa alegria


Pessoas primeiro e depois as coisas, é clichê, mas é super real! Obrigada por ter chegado até o final, caso queira compartilhar algum sentimento, só me escrever, como disse, sou uma boa ouvinte. ❤